Era uma vez...

A palavra “Serendipia” tem origem na palavra inglesa “serendipity”, criada pelo escritor britânico Horace Walpole em 1754, a partir do conto persa infantil “Os três príncipes de Serendip”. A ficção de Walpole narra as aventuras de três príncipes do Ceilão, atual Sri Lanka, que viviam fazendo descobertas inesperadas, cujos resultados, aparentemente, não estavam procurando. No entanto, era a sagacidade da turma que os levava a descobrirem “acidentalmente” a solução de intrincados problemas. A sagacidade e inteligência do trio tornava os príncipes geniais, não por serem portadores de um dom especial, mas por possuírem mentes abertas – e atentas – a múltiplas possibilidades. Nas quais o comum dos mortais tropeça sem perceber onde estão pisando.



Em 2009, a língua portuguesa mudou,
Mas SUCESSO ainda se escreve com três “S”s: S de SUOR, SORTE E SERENDIPIA

SERENDIPIA não é parente de centopéia nem é bicho de sete cabeças

SERENDIPIA é algo que se conquista de um modo aparentemente mágico, pode-se dizer que é obra do acaso, mas não é mágico nem casual! Como disse o cientista francês Louis Pasteur: “O acaso só favorece a mente preparada”.

Voltando ao SUCESSO, de SUOR E SORTE, todo mundo entende…
Mas SERENDIPIA só nós temos!

Porque só nós estamos completamente preparados para o Universo Web e para o “acaso” que faz a boa fortuna dos projetos diferenciados online. Confiram os fatos:
– A internet, no Brasil, é a mídia que mais cresce: 40% ao ano
– Ela já detem a mesma fatia publicitária do rádio, 4,5%, e a estimativa é que esteja 10% à frente do bolo publicitário da TV paga em dois anos.
– Web, hoje, é a mais promissora estratégia entre as mais bem-sucedidas estratégias de comunicação, simplesmente porque é o maior centro aglutinador de público, com seus YouTube, Google, e redes sociais, como Orkut e Blogs. Sem falar na tecnologia móvel e seus milhões de usuários…

E essa maravilhosa tecnologia de comunicação digital, da qual a internet faz parte, está só começando: você já ouviu falar de mobile marketing, rich mídia (integração de banners com ferramentas multimídia como vídeo, som e animação), widgets (recursos multimídias para disparar campanhas promocionais), publicidade viral ou behaviour target (identificação do comportamento do usuário no site)?

Se você quer que consumam e “falem” da sua marca e produtos, é melhor começar a se ligar nessa parafernália de infinitos recursos que só a comunicação digital tem.

No Brasil, temos 65 milhões de pessoas conectadas à rede; na SERENDIPIA, temos todas as ferramentas, criatividade e “magia” para você atingir e conquistar esse público. ou, mais focadamente, o seu público-alvo. O qual, convenhamos, faz download de música, de jogos e de programas…pode ter uma TV Digital móvel no futuro ou um iphone no presente.

Pode comparar: agora mesmo, há mais pessoas conectadas do que lendo jornal, livro ou revista.

Com a SERENDIPIA, você vai conhecer o sucesso que parece acontecer “por acaso”, mas na verdade é resultado do trabalho de um time de especialistas – inclusive virtuais – todos devidamente bem preparados para levarem você ao seu maior objetivo: fazer bons negócios. Lembram-se da máxima de Pasteur?

SERENDIPIA – Porque o acaso exige preparo!